User Rating: 0 / 5

Star inactiveStar inactiveStar inactiveStar inactiveStar inactive
 
Em 2016, a SMTR deve regulamentar as informações disponíveis na nota do passageiro

{flike}

Objetivo dessas medidas é garantir mais segurança ao passageiro

Os táxis convencionais, os famosos “amarelinhos”, deverão cumprir uma nova exigência para a vistoria anual de 2015: a obrigatoriedade de impressora no taxímetro. Esta é a primeira vez que o item será cobrado desde a publicação do Código Disciplinar em 2013, segundo a Secretaria Municipal de Transportes (SMTR). Já os táxis de cooperativas, que prestam serviço executivo com tarifa diferenciada, deverão ter taxímetros instalados, até o fim do ano.

O objetivo dessas medidas é garantir mais segurança ao passageiro e elevar o padrão dos táxis da cidade do Rio de Janeiro para as Olimpíadas de 2016.
Rafael Picciani, secretário municipal de Transportes 

 

A partir do ano que vem, a Secretaria Municipal de Transportes (SMTR) deve regulamentar as informações que ficarão disponíveis na nota do passageiro, como identificação do veículo e do motorista, valor total da corrida e o telefone de reclamação da Prefeitura.

Os táxis de cooperativas, que prestam serviços executivos e praticam preços diferentes dos convencionais, também sofreão mudanças. Atualmente, eles operam apenas com tabela mas, até o fim deste ano, deverão rodar também com taxímetro. A tabela, porém, será mantida para que os turistas possam saber o valor da corrida antecipadamente.

Veja essa e outras matérias no Caderno Grande do NaTijuca.com