User Rating: 0 / 5

Star inactiveStar inactiveStar inactiveStar inactiveStar inactive
 

'Minuto de Silêncio' foi criado em 2014 e tem uma média de 20 mil downloads por semana

Fonte por Jornal O Globo

Microfones, amigos reunidos e risadas, muitas risadas. O ambiente de gravação do podcast “Minuto de silêncio” poderia ser uma mesa de bar ou qualquer confraternização calorosa entre velhos e novos conhecidos. Mas é na casa do roteirista Vinicius Antunes, na Tijuca, que se dão essas conversas descontraídas que conquistam cada vez mais ouvintes desde 2014, quando o primeiro episódio foi lançado. Nesta sexta-feira (1), a partir das 19h30m, o grupo encara um novo desafio: uma edição ao vivo no Teatro Henriqueta Brieba, no Tijuca Tênis Clube, que teve os ingressos esgotados em um dia. Para aqueles que não conseguiram garantir um lugar, dá para baixar o programa a partir de quarta no site.

Desde que foi criado, o podcast vem colecionando fãs de todo o Brasil, que demonstram o carinho pelos participantes através das redes sociais e sempre querem conhecê-los. Foi daí que partiu a ideia para uma edição ao vivo.

-Em menos de 24 horas, os 200 primeiros ingressos foram esgotados, e o teatro nos ofereceu mais 50 - comenta Antunes.

Vinicius - atualmente na equipe de roteiristas do programa Zorra, da TV Globo - e o amigo de infância, o engenheiro Roberto Rocha, eram fãs de programas de rádio de humor desde os anos 90, quando escutavam as tiradas dos locutores nas rádios AM. Os dois, hoje hosts do Minuto, estavam longe de imaginar que, mais de 20 anos depois, figurariam entre os 10 podcasts de humor mais baixados na categoria comédia no iTunes.

-No primeiro mês, em setembro de 2014, tínhamos uma média de 100 downloads por semana. Hoje, contamos com uma média de 20 mil – afirma Rocha.

Os episódios ficam disponíveis online toda quarta-feira e contam, além dos participantes mais frequentes, com convidados e humoristas que possuem notoriedade na internet e na TV – Marcius Melhem, Fernando Caruso, Gigante Leo e Ed Gama são alguns dos nomes que já passaram por lá.

Mas o Tijuca Tênis Clube, ao que tudo indica, é o primeiro dos palcos que hospedarão o evento. Os planos para o futuro são muitos:

-Temos recebido muitos pedidos de ouvintes para ir a outras cidades. Nossa intenção é fazer pelo menos uma gravação ao vivo por mês em 2018, sempre abrindo o microfone para o público contar suas histórias. – diz Antunes.

-O legal do Minuto é que o ouvinte já se sente parte da mesa. No teatro, a interação com esse público vai efetivamente acontecer – completa Rocha.

Veja essa e outras matérias no Caderno Grande do NaTijuca.com